Maratona do Rio disponibiliza inscrições gratuitas e premiação exclusiva para deficientes

No último mês de setembro, o Brasil e o mundo vibraram com a força dos atletas com deficiência durante os Jogos Paralímpicos, evento que obteve recorde de público,com torcedores sempre encantados com a determinação, superação e alto nível dos competidores.

Já na Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro, a superação de limites pode ser assistida e celebrada todos os anos. O evento conta com disputas para pessoas com deficiências nas três modalidades: 42 Km, 21 Km e 6 Km. As categorias são sete: visual, auditiva, intelectual, cadeirantes, handcycle e para amputados de membros inferiores e são aproximadamente 100 inscrições por ano, divididas entre as distâncias.

Desde 2010, a Maratona do Rio é parceira da Achilles International Brasil, organização mundial presente em mais de 70 países, que tem como missão permitir que pessoas com deficiências pratiquem atletismo, sendo que a instituição busca promover a realização pessoal, melhorar autoestima, e diminuir as barreiras. A organização da prova disponibiliza inscrições gratuitas, estrutura e premiação exclusiva.  A Achilles Brasil realiza todas as inscrições ofertadas, organiza e acompanha os laudos médicos, além de realizar um Congresso Técnico específico para os ACDs (atletas com deficiência).

“A Maratona do Rio acredita no esporte como agente transformador, instrumento de inclusão social e de melhora da auto-estima. Para os deficientes visuais também produzimos troféu em braile e conseguimos disponibilizar um grupo de guias voluntários – e esperamos que datas como o Dia Internacional das pessoas com deficiência possam gerar ainda mais conscientização, compromisso e ações que transformem a situação dos deficientes no mundo”, explica João Traven, sócio-diretor da Spiridon Eventos – e.

Elias Michel Touma, campeão da Meia Maratona na categoria handcycle em 2016, acredita que o esporte pode mudar vidas, e é prova de que suas convicções estão corretas. Foi tricampeão brasileiro de paraciclismo na categoria handbike em 2012, 2013 e 2014, e vice-campeão nos últimos dois anos. “A corrida mudou completamente a minha vida. Parei de fumar, de beber e vivo uma vida bem saudável.Poucas maratonas no Brasil aceitam a handcycle, por isso vejo oportunidade de competir em grandes eventos como a Maratona do Rio para divulgar o esporte, além de adorar competir. Essa foi a minha segunda vez na prova. Em 2012 fiquei em terceiro lugar, e esse ano fui campeão. O melhor momento foi quando fui o primeiro a cruzar a linha de chegada”, afirma Elias.

No dia 18 de junho de 2017, os cariocas poderão assistir e apoiar os atletas com deficiência na próxima edição da Maratona do Rio. A Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro 2017 integra o calendário oficial de eventos e datas comemorativas da cidade do Rio de Janeiro. O evento é realizado e organizado pela Spiridon Eventos e pela Dream Factory.

Instagram: @maratonadoriooficial

Facebook: https://www.facebook.com/maratonadoriodejaneiro

Site: www.maratonadorio.com.br