Quando eu corro…

Por Cris Fernandez, carioca, ultramaratonista, colunista do Donas do Asfalto e autora do blog Mundo Run.

Hoje à tarde, assisti ao documentário Grand Slam (uma ultramaratona nos 4 Desertos: Atacama, Gobi, Saara, Antártida) e, mais uma vez, percebi que a corrida (no meu caso, a ultramaratona) é a melhor metáfora da vida que encontrei. Ultramaratona requer trabalho, planejamento, esforço, disciplina, dedicação, mas no final, sempre compensa.

Cada prova que eu escolho não é a primeira, não será a última, mas é a que naquele momento importa. Muitas vezes pode não ser a prova perfeita, mas eu também não sou…Só que nela, tenho momentos de riso, de choro, momentos que me fazem pensar e admitir que sou humana, que falho, cometo erros, porém que também me supero!

Então eu corro porque minhas pernas são o instrumento que me ajudam a superar as barreiras que minha mente me impõe… E muitas vezes minha mente me ajuda a superar as barreiras que minhas pernas impõem. Corro porque, quando termino, meu coração me agradece – e o traduz com um sorriso em meus lábios. Corro porque cada passo me leva adiante e adiante é futuro e o futuro é vida e a vida é amor. Corro porque quando cruzo uma linha de chegada importante, as lágrimas nascem de maneira incontrolável porque mais uma vez venci a mim e aos meus fantasmas.

E assim, decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesma buscá-las. Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução. Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis. Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.

Se meu único rival são as minhas próprias limitações, nada melhor do que enfrentá-las! Ganhar ou perder? Não sei, só sei que sim, eu farei o meu melhor. Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima e sim deixar de subir!
Então deixo de ser um reflexo dos meus triunfos passados e passo a ser a minha própria tênue luz deste presente, lutando sempre, aqui – e agora. Sonhando e mentalizando, pois os sonhos são somente para fazer-se realidade! Bons treinos!